Seja benvindo, ao sair, não me esqueça, volte sempre.

Livro de Visitas - Clique na imagem e deixe um recado

Guestbook ou faça um comentário em uma das postagens.

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Brado de Alerta






12/9/2000

Autor: Élys Vianna 

    Rios, marés e florestas,
Deus a humanidade legou,
fontes vivas da natureza,
com amor nos ofertou.

Fez da Terra um paraíso,
para o homem poder morar;
bastaria, fraternidade,
para dele desfrutar.

O homem, porém, distraído,
no planeta não pensou,
poluiu a sua própria morada
 e nem de si se lembrou.

Nos mares as gigantes baleias
que antes nadavam em bando,
hoje, quase solitárias,
só aparecem de quando em quando.

Nas florestas, quanta agressão,
vem ocorrendo sem piedade,
as árvores tombam no chão
pelo abuso de liberdade.

Uno, agora, a minha voz,
a outras que eu já ouvi,
como um brado de alerta,
a tudo que eu assisti.

Agora, conclamo a todos,
a fazer deste planeta,
a nossa morada ideal,
amparando a natureza,
com um grande amor fraternal.

16 comentários:

✿ chica disse...

Um lindo brado e conclamação necessária!Que todos ouçamos! Linda poesia! abraços, ótima semana! chica

Gracita disse...

Oxalá que todos possam ouvir esse brado de alerta e mudem de postura em relação à preservação dos ecossistemas da nossa amada Mãe Gaia
Um grande abraço Élys

Bergilde disse...

Versos verdadeiramente bonitos que penetram no profundo da consciência da gente,colhendo sentimentos comuns a todos e ao mesmo tempo chamando a nossa atenção para tantas falhas também.A natureza é pródiga em dar,mas também ávida em receber e isto o mundo infelizmente ainda não conseguiu entender...Beijos Élys,bom dia e uma ótima semana pra ti!

Blog da Gigi disse...

Abençoada semana!!!!!!!!!! Beijos

Clara Lucia disse...

Que dó qdo vemos o descaso de alguns como nossa Terra! Toman-na pra si e fazem o que bem entendem, sem ser punidos. Um horror! Mas, como a vida é um espelho, um dia tudo isso retornará a eles.
Uma linda semana pra vc e para os seus.
Beijo

Manuel disse...

Estimado amigo, hay que remover conciencias sobre este tema, y tu lo consigues con tus lindos versos.
Enhorabuena.
Un abrazo.

Linda disse...

This is beautiful. Love conquers all.

Tais Luso disse...

O homem segue é sua ganância, seu bem-estar. Não cuida da flora nem da fauna. E nem da própria espécie! Mas há os bons, os conscientes, os batalhadores por um planeta melhor. Graças a esses tudo ainda vive...
Bjus, amigo!

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

É verdade meu amigo Deus deixou-nos tanta beleza e o homem tende a destruir a obra do Senhor.
Um abraço e boa semana.

Toninho disse...

Olá Élys, um brado urgente para as condições cada vez mais degradante na natureza. As coisas estão morrendo aos nossos olhos e parece que ninguém percebe.Recuperar as delicadezas do Pai deveria ser a meta de cada um.
Meu abraço de paz e luz e bom feriado amigo.

Maria Rodrigues disse...

Um grito de alerta, contra a insanidade do homem em relação à forma como trata a natureza.
Absolutamente belo!!!
Um grande abraço
Maria

Pedro Luso disse...

Caro Élys, todos tem que fazer o que você fez, o seu “Brado de Alerta”, para que as pessoas conscientizem-se da grave responsabilidade, que é apenas nossa, para que possamos salvar o nosso Planeta, já tão debilitado. Parabéns pelo seu ótimo poema.
Um abraço.

Lau Milesi disse...

Lindo brado,lindo poema,poeta Élys. E providencial.
Em uma época em que catástrofes naturais são cada vez mais frequentes e devastadoras,se o homem não se conscientizar que deve zelar pelo planeta,ficaremos todos doentes.Saúde e meio ambiente andam lado a lado.
Gostei muito.
Um abraço.
Boa noite.

Maria Luiza disse...

O Homem não terá paz enquanto não destruir tudo isso, Élys! É fato a ganância de ter, ter, ter! Seu poema é de fato um brado! possamos bradar sim para que essa destruição pare! Abração!

Mirtes Stolze. disse...

Boa noite Élys.
Um brado urgente para as condições cada vez mais degradante na natureza, a humanizada está cada vez mais ambiciosa sem cuidar da natureza como ela merece, tornando um mundo melhor para se viver. Estou de volta meu amigo. Uma linda semana. Enorme abraço.

Smareis disse...

Olá Élys!
Muito bonito os versos.

Andei dando uma pequena pausa que acabou se alongando. Mais a saudade bateu, e de volta estou no meu blog. Tem postagem por lá!
Um abraço e ótima semana!

Postar um comentário

A sua visita me faz feliz.
Deixe um comentário, aqui ou se preferir,
vá ao livro de visitas (Guest Book), no alto do Blog.
Ficarei muito grato.