Seja benvindo, ao sair, não me esqueça, volte sempre.

Livro de Visitas - Clique na imagem e deixe um recado

Guestbook ou faça um comentário em uma das postagens.

domingo, 22 de novembro de 2015

Cantigas de Roda




17/11/2002

Autor: Élys Vianna

“Eu sou pobre, pobre, pobre,
de marré, marré, marré...
Eu sou rico, rico, rico;
de marré deci.”

Cantigas de roda
do meu tempo de criança...
Ah!...Quanta saudade!...
Sinto vontade de chorar...
Não saem da minha lembrança...

“Ciranda, cirandinha,
vamos todos cirandar...”

Sim, vamos dar a meia volta
de mãos dadas, recordar.
Buscar no passado a ternura,
com alegria vamos cantar...

“Atirei o pau no gato...tô,
Mas o gato...tô, não morreu...”

Eh!...Nada morreu...
tudo está vivo dentro do meu coração.
Parece que foi ontem:...
Lembro-me de cada momento,
de cada brincadeira, de cada emoção...

Cantigas de roda,
cantigas da minha infância querida.
São como uma prece sublime,
espargindo, esperanças pela vida...

“O cravo brigou com a rosa,
 debaixo de uma sacada...”

Um dia as brigas cessarão...
Cantigas de roda todos cantarão...
O amor triunfará...
Puros como as crianças,
todos se amarão. 

17 comentários:

Maria Rodrigues disse...

Um poema fraterno, sensível e extremamente belo.
Beijinhos
Maria

LUCONI MARCIA MARIA disse...

Ah Elys ontem visitei tua outra casa, hoje estou nesta e como suspirei lembrando das cantigas, um tempo bom que passou, só não passa em nosso coração saudoso, bjos Luconi

Roselia Bezerra disse...

Olá, amigo Élys
Eu creio nisso também!
Bjm fraternal

Toninho disse...

Lindas lembranças nestas históricas canções que embalaram nossa infância.
Eu creio no amor vencendo o mal e esta onda de violentamento vai passar.
Uma boa semana de paz e luz amigo.
Meu terno abraço

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Simplesmente fantástico. Adorava e ainda adoro cantigas de roda, embora hoje a criançada não faça mais... uma pena. O que fizeram da infância? Parabéns.

Ana Bailune disse...

Brinquei muito de roda, Elys. Principalmente na escola, na hora do recreio, agente formava uma roda bem grande... quantas lembranças, inocência, coisas boas...

Bandys disse...

è tão dificil hoje vermos
brincadeiras assim. Hoje os celulares
substituíram as verdadeiras brincadeiras.
beijo

Donetzka Cercck L. Alvarez disse...

BELÍSSIMO,QUERIDO AMIGO ÉLYS.

E TOMARA O MUNDO VOLTE A TER ESSA INOCÊNCIA DE UMA CRIANÇA E TODOS SEREMOS FELIZES.

VOCÊ ESTÁ CONSEGUINDO PUBLICAR NO MEU ESPAÇO SIM,AMIGO. É QUE MEU COMPUTADOR DE MESA QUEBROU E ESTOU COM UM LAP TOP HORRÍVEL,QUE MAL CONSIGO LER.POR ISSO,NÃO TENHO ENTRADO MUITO PARA MODERAR E LIBERAR OS COMENTÁRIOS.

OBRIGADA PELA VISITA,BEIJOS SABOR CARINHO E UMA QUARTA-FEIRA DE PAZ PROFUNDA

DONETZKA

Débora Teixeira. disse...

Maravilhoso,adorei!
São lembranças que não volta mais.
Hoje as crianças não brinca de roda.
Nem sabem cantar as belas cantiga,que nós temos saudades.
Parabéns Élys.
Beijos.

Lu Nogfer disse...

Olá Élys.
Bom mesmo seria se hoje ainda existisse a pureza das cantigas de roda. As crianças de hj crescem tao rápido que não tem tempo de brincar.

Belíssimo post e muito delicado.

Beijos

Suzane Weck disse...

Ola ,adorei a visitinha.......cantiga adorável que traz muitas e belas recordações........Grande abraço.SU

Socorro Melo disse...

Oi, Élys!

Puxa, voltei no tempo! O nosso repertório era esse mesmo por aqui. Eram bricadeiras tão animadas, tão puras, tão sadias... E como havia integração entre as crianças.

Ô saudade danada de boa!

Grande abraço
Socorro Melo

Pérola disse...

Saudades de tempos que depressa correm.

Beijo

Zilani Célia disse...

OI ÉLYS!
LINDO TERES BUSCADO NAS CANTIGAS DE RODA INSPIRAÇÃO. FICOU LINDO.
ABRÇS
-
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

ॐ Shirley ॐ disse...

Tenha certeza, Élys, chegará o tempo em que seremos felizes e o mundo mais fraterno...
Paz e Luz!

pensandoemfamilia disse...

Lindas recordações que anunciam tempos melhores. Linda inspirção. bjs

Vera Lúcia disse...

Como é bom recordar! Tanto tempo se passou e ainda me lembro. Bons tempos em que a infância era mesmo inocente e pura e as brincadeiras simples e educativas. Obrigada pelo seu carinho, Élys!

Postar um comentário

A sua visita me faz feliz.
Deixe um comentário, aqui ou se preferir,
vá ao livro de visitas (Guest Book), no alto do Blog.
Ficarei muito grato.