Seja benvindo, ao sair, não me esqueça, volte sempre.

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

A Presença de Deus



8/9/2006

Autor: Élys Vianna


Vejo o Sol brilhar...
Os seus raios acariciam as flores do jardim.
Felizes voam as borboletas,
sobre as plantações de jasmim.

Um perfume inebria o ar.
Uma terna prece acolhe o meu coração.
É uma aquarela divina,
plasmada com muita emoção.

Brandas lágrimas descem-me pela face.
Plena é a minha sensibilidade.
Deus está presente,
envolvendo-me em doce serenidade.

A vida é um dom divino.
Encontra-se em toda parte.
Onde existe amor, tudo se transforma,
em uma doce e sublime arte.

É preciso com sutileza observar,
na ternura da natureza,
a presença do Ser Maior,
em toda a sua grandeza.



Vou ficar algum tempo afastado dos blogs. Estou bem e não estou 
encerrando minhas atividades. Breve retornarei.
Que todos tenham um Natal muito feliz e um Novo Ano de muita paz.











domingo, 22 de novembro de 2015

Cantigas de Roda




17/11/2002

Autor: Élys Vianna

“Eu sou pobre, pobre, pobre,
de marré, marré, marré...
Eu sou rico, rico, rico;
de marré deci.”

Cantigas de roda
do meu tempo de criança...
Ah!...Quanta saudade!...
Sinto vontade de chorar...
Não saem da minha lembrança...

“Ciranda, cirandinha,
vamos todos cirandar...”

Sim, vamos dar a meia volta
de mãos dadas, recordar.
Buscar no passado a ternura,
com alegria vamos cantar...

“Atirei o pau no gato...tô,
Mas o gato...tô, não morreu...”

Eh!...Nada morreu...
tudo está vivo dentro do meu coração.
Parece que foi ontem:...
Lembro-me de cada momento,
de cada brincadeira, de cada emoção...

Cantigas de roda,
cantigas da minha infância querida.
São como uma prece sublime,
espargindo, esperanças pela vida...

“O cravo brigou com a rosa,
 debaixo de uma sacada...”

Um dia as brigas cessarão...
Cantigas de roda todos cantarão...
O amor triunfará...
Puros como as crianças,
todos se amarão. 

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Acreditando



15/7/2015

Autor: Élys Vianna


No interior de todos nós,
o Cristo está presente...
Uma chama viva
que precisamos sintonizar.

Permeando o nosso coração
ternamente nos espera
na plenitude do Seu amor,
para a nossa vida abençoar...

Busque em silêncio,
escutar a Sua voz ...
Pleno de ternura
assim, Ele, vai lhe falar:

-Eu Sou o Cristo,
eu sou a Presença Divina
que habita o seu coração,
eu Sou a sua vida,
o seu verdadeiro ser...

A fé remove montanhas...
Se em mim acreditar,
a sua vida se transformará...
O amor, a alegria, a paz, 
a verdade, o bem,
certamente você irá conquistar


segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Silêncio e Paz


4/3/2011

Autor: Élys Vianna


Silêncio!...
Paz...
Corações em sintonia
na busca da harmonia.

Silêncio!...
Paz...
  Luz resplandecente,
no interior de cada ser...
Busque,
um novo alvorecer...

Silêncio!...
Sinta pulsar o coração,
irradiando para o Mundo,
toda a ternura da sua emoção.

Paz...
Sinta vibrar o amor,
por toda a humanidade...
Seja um elo desta corrente,
Na busca da fraternidade.

Silêncio!...
Paz...

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Entregando Flores




31/10/2014

Autor: Élys Vianna


Hoje, pleno de muito sentimento
dou liberdade a minha mente...
Quero flores de ternura ofertar.


A todos, seres queridos, que partiram,
Quero o meu amor demonstrar,
amenizar a saudade,
pois sei que um dia, juntos,  
uma nova vida vamos vivenciar...


É preciso ter paciência,
deixar o tempo passar...
Hoje, quero apenas,
o meu carinho manifestar...


Com as flores ofertadas,
 minha mente se aquieta...
Uma doce lágrima,
cai sobre o meu coração,
marcando a minha emoção.



Escrevi esta poesia para oferecer a minha mais doce ternura a todos que partiram para uma nova etapa de vida. Um dia juntos estaremos.