Seja benvindo, ao sair, não me esqueça, volte sempre.

segunda-feira, 20 de abril de 2015

É Preciso Buscar a Paz



23/10/2001

Autor: Élys Vianna


Em um momento de reflexão,
no mundo, estou pensando.
Meu coração entristecido,
com tantas atrocidades, está chorando.

Muita gente está sofrendo...
O mundo está sangrando....
Desejam encontrar a paz...
Através das armas estão matando.

Em nome de Deus,
inocentes, estão morrendo.
A maldade se acirra...
Todos estão perdendo.

É hora de dar um basta,
a essa grande insanidade.
É necessário, um esforço conjunto,
para matar o orgulho, a vaidade...

É preciso buscar a paz,
no interior de cada ser.
Cada um se apaziguando,
nova humanidade vai nascer...
Outro tempo vai chegar,
onde a fraternidade fortalecida,
a todos vai iluminar.



14 comentários:

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Um momento de reflexão e de oração para mais uma tragédia no Mediterrâneo onde morreram centenas de pessoas em busca de uma vida melhor.
Um abraço.
Uma boa semana.

✿ chica disse...

E como é preciso!!!! Linda poesia! Vale sempre te ler! abraços, chica

Maria Rodrigues disse...

Um hino à paz e ao amor fraternal, belíssimo poema.
Beijinhos
Maria

Simone Felic disse...

Com certeza a paz tem que ser sempre perseguida a fim de que viemos a viver uma vida plena.

Abraço e uma ótima semana.


http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

Vera Lúcia disse...

Olá Élys,

Um poema que toca pelas tristes verdades versadas. Também tenho tido reflexões sobre o mundo e suas alarmantes mazelas. Fico desolada, mas tento não perder a fé na humanidade, conforme sugere Ghandi. Urge que a paz se estabeleça, tanto no coração de cada um quanto entre os povos. A fraternidade universal depende mesmo do esforço de cada um. Que venha o novo mundo com o qual sonhamos.

Ótimo feriado e feliz semana.

Abraço.

Luma Rosa disse...

Oi, Élys!
Quem tem fé ainda acredita na transformação do ser humano!
Que nunca a esperança seja perdida!
Boa semana!
Beijus,

Gigliola Rizzo disse...

Ojalá que tus palabras se conviertan en un estandarte para que otros imiten tu sentir. A este mundo le falta mucho amor y comprensión... parece mentira que aún en el siglo que vivimos maten personas por su ideología religiosa o política, que exista tanta hambre habiendo tanto alimento para todos...
Preciosas palabras Élys, confiemos que algún día será diferente!
Precioso martes, cariños.

http://bajolalupadegiglio.blogspot.com/

Isa Martins disse...

Lindo poema meu querido amigo, há muitos corações endurecidos ainda, pessoas com pouca evolução que ainda não aprenderam nada da vida e seguem machucando os semelhantes.
Uma ótima noite e bom restinho de semana, beijos

ania disse...

Que linda mensagem, Élys...emociona e cala fundo! Parabéns por mais um lindo poema! abraço, ania..

Sidnéa Barbosa Flores disse...

Élys, em poema você traduz a angústia do mundo! Sempre digo que mesmo os piores males trazem o bem, Deus tem suas razões para permitir que a humanidade agonize! Um abraço, meu querido amigo

A Casa Madeira disse...

Puxa que lindo.
Belas palavras.
Prazer em conhecer.
Janicce.

Pedro Luso disse...

Olá, Élys!
Você tem razão, quando diz em seu poema, entre outras coisas, que:

" É preciso buscar a paz,
no interior de cada ser."

Também entendo que o homem nesse estado de paz interior poderá ter o equilíbrio necessário para lutar pelo que é justo, pela paz social e pela harmonia entre os povos.

Um abraço.

Gigliola Rizzo disse...

Mirar hacia el futuro:
Cuando una de las puertas de la felicidad se nos cierra, otra se abre. Pero a menudo nos quedamos mirando tanto tiempo la puerta cerrada, que no vemos la puerta que tenemos abierta.
Helen Keller

.•´¸.•¨) ¸.•¨)❤ ❤
(¸.•´ (¸.•´ (¸.•¨¯`♥♥❤ ❤ ❤ Buen fin de semana!
Besos.

http://bajolalupadegiglio.blogspot.com/

Kellen Bittencourt ( Trilhamarupiara) disse...

O que eu acho mais triste amigo é a falta de tolerancia das pessoas nesse mundo, muito sofrimento seria evitado se as pessoas exercitassem a tolerância! Abraçoss

Postar um comentário

A sua visita me faz feliz.
Deixe um comentário, aqui ou se preferir,
vá ao livro de visitas (Guest Book), no alto do Blog.
Ficarei muito grato.