Seja benvindo, ao sair, não me esqueça, volte sempre.

terça-feira, 30 de abril de 2013

Quero falar


20/11/2007

Autor: Élys Vianna


Lágrimas caem.
Está chovendo.
Ameaças de guerra, poluição,
 envolvem o planeta.
A Terra está sofrendo.

Quero falar,
para que todos possam ouvir.
Não quero que a emoção,
faça-me chorar, apenas, quero sorrir.

Quero falar do céu,
do Universo sem fim.
Falar da humanidade,
em busca da paz e da alegria.
Um mundo sem fome,
sem preconceitos, sem vaidades;
um mundo onde exista, apenas, a harmonia...

Um dia, a chuva vai passar,
o paraíso vai surgir,
todo o mal vai acabar...
Na mente do homem,
a verdade, o bem e o belo...
No seu coração,
o amor, certamente, vai imperar...

De fraternidade... Quero falar.

segunda-feira, 22 de abril de 2013

É preciso



25/9/2000

Autor: Élys Vianna

É preciso saber viver.
Aprender a caminhar,
fazendo da escola da vida,
um aprendizado sem par.

É preciso aprender,
aos obstáculos superar,
retirando as pedras do caminho,
sem, nunca, desanimar.

É preciso, com coragem,
vigiar a si sem cessar,
caminhando, fraternalmente,
para bênçãos conquistar.

É preciso, com muita ternura,
vivenciar, somente, o bem;
amando a todos, com igualdade,
sem discriminar a ninguém.

É preciso com devoção,
orar constantemente,
tendo Deus no coração
e a fé, sempre, presente.


segunda-feira, 15 de abril de 2013

Viajando com a poesia




24/8/2001

Autor: Élys Vianna

Gosto de voar,
sentindo a brisa, me afagando, com ternura.
É bom ir desbravando o Universo,
seguindo rumo ao infinito,
pleno de suave ventura.

Em uma prece me concentro,
desejoso de asas encontrar,
para que as vibrações de minha mente,
em todas as dimensões me permitam excursionar.

Através da criatividade,
liberto a minha imaginação,
sentindo imensa alegria,
envolvendo-me com emoção.

Sinto a presença de Deus,
no espaço cósmico sem fim.
Vejo toda a sua grandeza,
pairando sobre mim.

Nesse estado de leveza
é que procuro, meus versos fazer,
Colocando em cada frase,
todo o sentimento contido em meu ser.

Pelo pensamento, vou voando,
procurando elementos encontrar,
para que uma terna mensagem,
eu possa, com humildade, criar.

Assim, vou viajando com a poesia,
de Deus, recebendo a inspiração,
colocando em cada palavra,
todo o amor do meu coração.






sexta-feira, 5 de abril de 2013

Paz Interior



  Será que desejo mais paz, com maior serenidade e equilíbrio interior, 
para tornar minha vida mais abençoadamente produtiva e próspera?
Evidentemente que sim. Assim, volto-me à fonte correta, de onde a 
paz provém - Deus!
  Pela presença divina em meu ser, sinto-me imerso na verdadeira 
serenidade interior que me sustém em todo momento e circunstância.
  Procuro criar, em meu lar ou local de trabalho, um recinto calmo e 
sagrado, reservado para pequenos momentos de meditação e oração,
nos quais relaxo e me abro ao Pai. Mesmo tendo esse ambiente, 
não me restrinjo a ele, nem a qualquer outra condição exterior. 
  Volto-me, a qualquer tempo e lugar, ao meu tabernáculo interno, 
sempre que assim quiser.
  Lá, em meu íntimo, deixo para trás a agitação do mundo e dos 
pensamentos turbulentos e me plenifico de paz e ânimo.
  Conscientizo-me de que Deus é mais próximo de mim, que meus 
próprios pensamentos, mais vivo, em mim, que  as batidas do meu 
coração. Aclamo e aprecio a paz de Deus, vivendo de acordo com o Pai.

Texto retirado de: Leitura Diária
Novembro de 2003
Editado por: Associação Unidade de Cristianismo