Seja benvindo, ao sair, não me esqueça, volte sempre.

Livro de Visitas - Clique na imagem e deixe um recado

Guestbook ou faça um comentário em uma das postagens.

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

O Ancião - Uma homenagem a todos que venceram o tempo


31/8/2001


Autor: Élys Vianna

Com a voz mansa e pausada
com todos vai conversando,
demonstrando a sabedoria,
que os anos foram lhe dando.

Há muito vem caminhando...
O tempo rápido passou.
Junto com as suas lembranças,
 muita experiência ficou.

Seus passos, agora, são lentos;
não é preciso mais, correr...
A vida lhe deu o conhecimento
para continuar a viver.

Certo do dever cumprido,
continua caminhando, serenamente,
com a paz no coração
e a bondade, sempre, presente...

Parece um ser solitário
passando pelo caminho...
A oração, é a sua companheira,
Nunca fica sozinho.

É bom seguir o seu exemplo;
para Deus, certamente, conduz...
Assim, a vida, sempre, será,
um manancial eterno de luz.

19 comentários:

✿ chica disse...

Lindíssima poesia! E, novamente, PARABÉNS!! abração,chica

Ana Maria disse...

Elys mas que poema divinal, meu amigo. Parabéns!!!
Votos de um Iluminado fim de semana.
Beijinhos de Luz!
Ana Maria

Luz da minha alma disse...

Adorei caro amigo,
PARABÉNS...
FELIZ ANIVERSÁRIO...
Abraço com muita paz...
Maria da Graça

Cristina disse...

Cuanta ternura encierran tus letras, bellísimo texto.
Te dejo un fuerte abrazo, buen fin de semana.

Donetzka Cercck Lavrak Alvarez disse...

Lindo,Élys


Muito bonito de sua parte lembrar dos idosos,muitas vezes tão maltratados por pessoas que esquecem que o tempo passará para elas tb!


Bjs

Donetzka!

Martha Marquez disse...

Bela poesia, amigo!
Parabéns!
Martha

Sônia Silvino (Crazy about Blogs) disse...

Amigo!
Que lindo poema em homenagem à terceira idade!
Bom feriadão!
Beijo!

Fabrício Santiago disse...

Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Fabrício e cheguei até vc através do Blog Rosa Solidão. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir meu blog Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. Estou me aprimorando, e com os comentários sinceros posso me nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs

Narroterapia:

Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.

Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.

Abraços

http://narroterapia.blogspot.com/

Rita disse...

Bom dia de segunda feira, vim deixar
um abraço desejar uma bela semana
E que seu feriado seja cheio de alegrias
Agradeço sempre sua amizade que adoro
Bjusss com carinho pelo post maravilhoso
Rita!!!!º° ✿彡

Bergilde disse...

Justa homenagem em forma de poesia ao idoso.Abraços meus,

Leonice disse...

Lindo e emocionante poema Élys, gostei muito!
Um grande abraço e muita paz.

Carolina disse...

Que emocionante. Idosos passarom com sucesso todas as partes de seu fracassos e decepcoes, eles sabem como faze-lo! por eso eu respeto e amo muito.
E um prazer te visitar otra vez, Elys.

nandarilha disse...

Muito bonito o texto. Todos estamos destinados a envelhecer e por isso o respeito ao idoso é tão importante. Uma pessoa de idade carrega consigo uma vida inteira de experiências e plenitude.

♫*Isa Mar disse...

Que lindos versos meu amigo, passa uma paz e tranquilidade.
Bom fim de semana, beijos pra ti!

Orvalho do Céu disse...

Olá, amigo Élys
Feliz níver ainda que tardiamente... pelas minhas prolongadas férias...
Mas vc está apenas no início de uma nova vida...
Bjs fraternos de paz e alegria

Ateliê Tribo de Judá disse...

Sábios aqueles que podem desfrutar desta presença com doçura, as vezes tão carentes de atenção.
beijos
Joelma

Roberta Maia disse...

Lindoooo...poema!! MARAVILHOSO!!!
Paz e Luz!!!

Vera Lúcia disse...

Élys, lindo poema. Lembrei-me do meu pai e senti muitas saudades.
Gosto muito de visitar seu cantinho. Sempre encontro alguma coisa legal, que me emociona. Aliás, os versos sempre me emocionam.Abç!

" ESSÊNCIA ESTELAR MAYA " disse...

Élys meu irmão,

Puxa vida, quem me dera chegar assim com a alma tão leve, livre e desprendida nos meus últimos anos de vida nesta existência.
Com tanta gente fugindo da idade, querendo virar pessoas plastificadas e querendo parar no tempo......nada melhor que o exemplo de pessoas que sabem valorizar o conteúdo de uma vida muito bem vivida de forma plena e inteligente, do que viver parado no tempo insistindo em ser jovem.
Nada como a experiência e todas as boas lembranças e recordações de uma vida plena.....em que o aprendizado e a evolução foram os pontos fundamentais de seu crescimento.

Ficou Lindo seu poema, adoro seus escritos, que são sempre inspirações Divinas!!!

Um grande beijo em seu coração!!!

Postar um comentário

A sua visita me faz feliz.
Deixe um comentário, aqui ou se preferir,
vá ao livro de visitas (Guest Book), no alto do Blog.
Ficarei muito grato.