Seja benvindo, ao sair, não me esqueça, volte sempre.

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Uma Pausa

Para descansar farei uma pausa nos blogs e voltarei a atividade, mais ou menos, dentro de um mês.


Desejo a todos um Natal de muita Paz e Luz e um ano de 2013 de muitas Alegrias.
Um grande e terno abraço,
Élys.

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Prece por nossos amigos, os animais.



   Ó Grande e Misericordioso Deus de todos!
Invocamos a Plenitude de Vossa Compaixão para todos os nossos amigos animais, especialmente para aqueles que estão exauridos por excesso de trabalho, ou são cruelmente tratados.

Para toda a agoniada criatura que, em cativeiro, bate-se contra suas grades.
Para todos em dores, suplicamos Vossa doce Misericórdia!
Que possamos ser para eles os “Amigos da Misericórdia”.
Que toda vida seja envolta na vitória do Amor, em todos os lugares e recantos da Terra.

Em Nome da Altíssima Vida presente em toda parte, e no do Ascensionado Jesus Cristo, apelamos que isso seja feito na Terra, agora!

Assim seja.

Texto e imagem extraídos do Site: 
No Rastro das Estrelas: Aqui ( visite).









No Caminho das Estrelas - Aqui

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Vida e Energia



A Terra é a nossa morada, é o nosso lar; durante algum tempo aqui vamos morar.
Olho cada ponto, procuro observar e me encanto com tudo que vou percebendo. Inicialmente, elevo os meus olhos ao céu... Algumas nuvens passam, encobrindo, vez por outra, o Sol, que nunca deixa de brilhar. Acima das nuvens o céu, iluminado, sempre azul vai ficar. Olho agora, para o solo acolhedor do planeta, observo a grandeza da natureza, onde tudo é vida... Na pedra, a energia repousa mantendo latente a força dos átomos com seus elétrons em constante movimento mecânico. No vegetal a energia assume novas características, onde a vitalidade é um fato e a vida se torna visível e a sensibilidade começa a nascer, embora, ainda, sem sentimento ou racionalidade. No reino animal ("animal irracional") a vida se torna inquestionável, a energia promove a vitalidade autônoma, que tem o instinto como proteção e um princípio de inteligência variável para cada espécie. No ser humano a energia da vida floresce em todo o seu esplendor, onde a vitalidade, a sensibilidade e o senso moral são amparados pelo uso da inteligência, agora em um grau muito maior, nesse caminho maravilhoso, que é a vida... No âmago do ser pulsa ternamente a Centelha Divina.

Texto de: Élys Vianna
Data: 12/4/2010