Seja benvindo, ao sair, não me esqueça, volte sempre.

Livro de Visitas - Clique na imagem e deixe um recado

Guestbook ou faça um comentário em uma das postagens.

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

The dove of peace ( A pomba da paz)


 A pomba da paz não é, por certo, uma ave.
Não vos será possível capturá-la
em violento gesto para os céus...
Nunca acharás seu ninho, assim galgando
as altas galharias deste mundo.


Pensamentos de Amor são como asas:  voam...
- e um terno coração será seu ninho.


Da pomba da paz, ninguém consegue aproximar-se,
a não ser com paciência, gentileza
e a prática do silêncio oportuno.

Gostarás de uma pena obter, do seio dela?
Estende a mão para o vizinho que precisa...
 E, a alva pomba virá pousar em tua palma aberta.


Poesia de: James Dillet Freman
Traduzido por: Maria Elisa Corbett
Extraida de: Leitura Diária 
Publicação de: Associação Unidade de Cristianismo

23 comentários:

✿ chica disse...

Linda poesia, com bela verdade e sábio conselho ao final...abraços,lindo fds!chica

Mari Rehermann disse...

Verdade mesmo, amigo!! Encontramos a paz, no momento em que estendemos a mão ao irmão do caminho, quando secamos uma lágrima, ou apenas temos a paciência de ouvir o que o outro precisa dizer!! Linda mensagem de paz e amor!!
Tenha um final de semana repleto de luz e paz!! Beijinhos!!♥

marciagrega disse...

Sim, é na caridade que se pode encontrar a paz!

Um grande abraço!

Leninha disse...

Amigo Élys,

A paz que nos traz a consciência tranquila é a verdadeira paz, que nos aproxima do Eterno e nos transforma em seres melhores.

Belo poema, amigo.
Bjsssss,
Leninha

" ESSÊNCIA ESTELAR MAYA " disse...

Olá meu irmão querido,

Que Lindas palavras!
Realmente a Paz assim como o Amor estão a nossa volta e se manifestam quando entramos em profunda comunhão com tudo que nos cerca.
Desde observar uma flor, sentir o sorriso de uma criança, o toque da água em nossa pele, o respirar profundamente, auxiliar um irmão nos momentos difíceis com palavras de força, fé e superação, enfim.....devemos viver intensamente todos os momentos.

Linda mensagem, gostei muito!
Tenhas um final de semana iluminado!!!
Beijos em seu coração!!!

Sônia Silvino (Crazy about Blogs) disse...

O mundo precisa de paz!
Um excelente fim de semana!
Beijooooo!

Catia Bosso disse...

Boa reflexão!


bjs meus

Cat

ELAINE disse...

Bom dia! Como está o amigo? Que postagem linda e palavras verdadeiras! Hoje tem post novo!
Um início de semana iluminado!
Abraço fraterno e carinhoso!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

Kellen Bittencourt disse...

Olá Elys, belo texto amigo, a pomba da paz somos nós que criamos e soltamos em cada gesto nosso! Abraçossss e ótima semana!

Bergilde disse...

A paz que é tanto sonhada pode vir de pequenos gestos de amor cotidiano.Seus versos deixam mensagens belas,meu abraço fraterno!

ValériaC disse...

Divino poema, fez bem em compartilhar conosco, Élys!
Esta paz, só vem da paciência, da amorosidade, da bondade, da gentileza que tem que brotar espontaneamente de dentro de nós.
Beijos e feliz semana amigo,
Valéria

Felisberto Junior disse...

Olá!Boa noite!
Élys!
...lindos versos com um grande significado e reflexão...eu ainda penso que dentro do seu sentido simbólico, a ave anuncie, um dia, que o perigo sumiu e que a paz vai reinar sobre a Terra...
Obrigado pelo carinho da visita!
Boa quarta feira!Bençãos infinitas!
Abraços

Leonice disse...

Poema lindo e verdadeiro....Encontramos a Paz ao estendermos as mãos ao irmão necessitado!
Abraços e muita paz.

Socorro Melo disse...

Oi, Élys!

É verdade, amigo, a pomba é um símbolo da paz, pois que traduz a pureza, a leveza, a serenidade, e a liberdade de voar e pousar onde quiser. A paz, nos garante tudo isso, e pousa também sobre nós, sobre nossos corações, quando compartilhamos com o outro suas dores e alegrias, e nos fazemos um com ele.

Grande abraço
Socorro Melo

Chá das Cinco disse...

Se almejamos a paz temos que ser o primeiro a transmiti-la.

Sábio poema.

Um grande abraço

Gemária Sampaio

manuel marques Arroz disse...

Belíssimo poema.

Abraço.

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Saio daqui tão mais leve e reconfortada...Obrigada, Élys! Beijos!

Clara disse...

Élys, alguns carregam uma pomba da paz na palma da mão... eu conheço!
Ótima quinta!

MARILENE disse...

Quanta beleza e profundidade há nesse poema! A paz mora no coração. Abraços

Roberta Maia disse...

Bela poesia...adorável!!

Amei o novo visual do Blog!!
Beijinhos Iluminados!!
Paz e Luz!!

ELAINE disse...

Meu amigo, que post lindo! Palavras sábias e generosas! Hoje tem post novo! Um abençoado e feliz final de semana!
Abraço carinhoso!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

Silenciosamente ouvindo... disse...

Vim aqui caminhar um pouco e receber
um pouco de luz.
Beijinhos
Irene Alves

Sônia Silvino (Crazy about Blogs) disse...

Sábio conselho, amigo!
Para pensar e agir!

Postar um comentário

A sua visita me faz feliz.
Deixe um comentário, aqui ou se preferir,
vá ao livro de visitas (Guest Book), no alto do Blog.
Ficarei muito grato.